ACQUA+ LAVANDERIA

ACQUA+ LAVANDERIA
Deixa que ela lava sua roupa suja.contato.87441314 e-mail:acquamaislavanderia@bol.com.br

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

CONVENÇÕES E FEIRA LIVRE



CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS X CONVENÇÃO X FEIRA LIVRE X HORA DA XEPA

CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS:
 Segundo o Tribunal Superior Eleitoral convenções partidárias são reuniões de filiados a um partido político para julgamento de assuntos de interesse do grupo ou para escolha de candidatos e formação de coligações (união de dois ou mais partidos a fim de disputarem eleições)

CONVENÇÃO:
Neste caso, segundo os dicionários convenção é uma assembleia formal de representantes ou delegados para discutir sobre assuntos predeterminados. 
Mais ainda, em política convenção é uma assembleia de um partido para indicar candidatos a eleições ou para adotar e, ou, modificar a plataforma do partido.

FEIRA LIVRE:
Feira livre é um evento realizado em um local público onde se comercializa determinados produtos, sejam do setor agropecuário, extrativista, artesanais manufaturados ou então alimentícios, sem dias e épocas predeterminados.

HORA DA XEPA:
É o fim da feira, conhecido popularmente como xepa, ou ainda a hora do “peixe pôde”, é o horário certo para se comprar com muita conversa, em lugares abertos ou fechados, alguns produtos e alimentos mais baratos.
Na hora da Xepa, os feirantes, principalmente aqueles que não conseguiram vender nada, se põem a gritar para assim convencer possíveis compradores a adquirirem seus produtos, alguns já de qualidade duvidosa.

Pois bem meus amigos e amigas, fiz esse pequeno preâmbulo apenas para traçar um rápido paralelo entre as CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS ocorridas recentemente em Cajapió, como a do PP (11) tendo como pré candidato a prefeito o Dr. Marcone, a do PC do B tendo como candidato a reeleição o Sr. Nonato Silva e a do PT do B com o pré candidato João Bispo Serejo, e as FEIRAS LIVRES, que sempre acontecem em nossos bairros.
Antes porém devo deixar claro de essa minha leitura, sobre essas convenções partidárias, tomou como base três pontos de apoio: aquilo que ouvi e participei, aquilo que ouvi de quem participou e aquilo que observei através de fotos e vídeos. Feito os devidos esclarecimentos vamos aos fatos.

CONVENÇÕES DO PP E PARTIDOS COLIGADOS: (30 de julho)
Diante de um numeroso público que compareceu espontaneamente ao Centro Comunitário de Cajapió (aqui não pode ser avaliado o quantitativo de pessoas, porque a coordenação não tem nenhum perito avaliador no assunto e também não foi solicitado a Polícia Militar para fazer tal avaliação), estiveram presentes o Dr. Marcone (pré candidato a prefeito); senhora Ana Silvia (pré candidata a vice); os pré candidatos a vereador; a senhora Cleiane Barros (esposa do Dr. Marcone); Marcelo Tavares (Secretário da Casa Civil do Estado do Maranhão); Victor Mendes (Deputado Federal); Edson Barros Costa Junior, Costinha, (Prefeito de Olinda Nova); Mário Filho (ex Presidente da Câmara Municipal de Cajapió); assim como várias lideranças políticas e comunitárias do município. Além da demonstração de apoio, a simples presença dessas lideranças políticas e comunitárias deu uma amostra da robustez da candidatura pepista.
 
Ao usar da palavra o deputado federal, Victor Mendes, destacou a importância de ser eleito um candidato que esteja compromissado com a população e que conheça a realidade do município, mais adiante ele afirmou “Hoje Cajapió precisa do Dr. Marcone como prefeito, um médico que já doou parte de sua vida cuidando da população carente desta cidade. Marcone terá o nosso apoio na câmara federal, e, tenho certeza que colocará Cajapió no rumo do progresso”.


Em seu discurso o Dr. Marcone afirmou que a oportunidade de estar naquele momento como pré candidato, lhe fora dada pelo povo. E que ali se iniciava um novo momento, um novo tempo para Cajapió.
Mais adiante o pré candidato destacou que o seu plano de governo, não tinha nada de mirabolante e fantasioso, já que fora baseado e elaborado pelo resultado das diversas reuniões itinerantes que realizou com a população dos muitos povoados do município, quando nesses oportunos encontros os moradores apontaram as necessidades mais carentes de suas comunidades, aquelas que precisavam de atendimento urgente.

“Hoje estou falando com pré candidato, mas amanhã, vou estar falando como prefeito, me preparei para tal. Mas para que isso aconteça eu preciso do apoio dos meus amigos, do meu grupo político, do meu grande parceiro Marcelo Tavares, do meu deputado federal, Victor Mendes e principalmente dessa população aqui presente, que eu tenho certeza que vai levar essa mensagem para aqueles que não estiveram aqui”. Finalizou, sob calorosos aplausos, Dr. Marcone.


CONVENÇÕES DO PC do B E PARTIDOS COLIGADOS: (31 de julho)
Segundo depoimentos controversos de filiados e simpatizantes dos partidos coligados, mais de duas mil pessoas compareceram ao evento, fato um pouco difícil de acreditar, haja visto que, a olho nu, o salão do referido Centro, com certeza não suporta essa quantidade de pessoas, mas deixemos esse pequeno detalhe de lado, e vamos ao que realmente interessa.

Diante de gritinhos histéricos e apitaços, em um certo momento um orador fazendo o uso da palavra diz, aos gritos, que “Nonato Silva está aqui para mandar”. Acho que esse cidadão está equivocado, afinal o município de Cajapió não está precisando de quem queira mandar, o município de Cajapió está precisando, isto sim, de quem queira administrá-lo com competência, com um trabalho sério e honestidade, De alguém que queira tratar o seu povo com presteza, com educação e serventia, de alguém que tenha plena consciência de que ao ser eleito, saiba que será um servidor público a serviço desse povo. Seja ele nascido ou não em terras cajapioenses, afinal um povo deve esperar de um administrador que ele tenha bom caráter, eficiência e competência, não que queira simplesmente mandar, afinal ele será eleito para ser um prefeito, não para ser um general do Exército.

Em seu exaltado discurso o senhor Nonato Silva, um discurso que alguns esperavam, confesso que eu não, fosse um pouco mais responsável, disse em determinado momento que nada pode fazer por Cajapió pelo simples fato de não ter recebido ajuda do governo estadual, afirmou, ainda, em alto e bom tom que a culpa da sua desastrosa administração deve-se principalmente, ao fato de não ter recebido o apoio do senhor Marcelo Tavares (Secretário da Casa Civil do Estado do Maranhão), quanta insanidade! Nesse momento os gritinhos histéricos e os apitaços voltaram a surgir.
Será que para alguém que é e tem a pretensão de continuar sendo prefeito, só poderá atender as necessidades do seu município dependendo apenas da ajuda e da boa vontade de apenas um secretário de estado? Senhor prefeito, o senhor sabe quantos secretários de estado, quantos deputados estaduais, quantos deputados federais e quantos senadores o Maranhão tem? E o  senhor nos informa que depende apenas da boa ou má vontade de apenas um secretário de estado. Me desculpe! Mas ao nos dizer isso, o senhor demonstrou que nunca esteve e que não está preparado para ser prefeito de cidade alguma.

Por outro lado senhor prefeito, mesmo sendo o senhor do mesmo partido (PC do B) do governador Flavio Dino e do secretário Marcio Jerry, o senhor não teve como conseguir, evitando obviamente o senhor Marcelo Tavares, sequer uma audienciazinha com eles, para lhes expor a situação em que o município se encontra e assim conseguir uma ajuda? Ou o máximo que o senhor conseguiu foi tão somente aquele gostoso bate papo com o governador, onde o senhor lhe diz que Cajapió está mal, ele lhe diz para procurar o secretário Marcelo Tavares, coisa que parece que o senhor não fez e ficou por isso mesmo. Aliás senhor prefeito, que Cajapió estava numa situação ruim o Flavio Dino já sabia, pois mesmo eu não sendo prefeito, numa conversa informal que tive com ele passei tal informação. Mas isso é outra conversa.

Diante disso fica a seguinte pergunta! Meu caro prefeito se durante a sua gestão o senhor não recebeu qualquer ajuda de um governo que, repito, é do seu partido, como é que o senhor pretende fazer alguma coisa daqui pra frente por Cajapió? Se lá nesse mesmo governo, o Marcelo Tavares vai continuar sendo o principal secretário? Por favor! prefeito a população de Cajapió precisa saber como será a sua administração amanhã, isto se o senhor vier a ganhar esta eleição, coisa que, ainda bem e para o bem de Cajapió, acho pouquíssimo provável.

Mas o ápice da irresponsabilidade do discurso do candidato Nonato Silva ficou por conta da afirmação que fez ao dizer, quase que aos berros, que desacatou a justiça e não obedeceu o que foi determinado no caso das malfeitas contratações de funcionários. Com relação a este assunto, aos gritos e com o devido acompanhamento dos gritinhos histéricos e apitaços, o prefeito diz que esses funcionários são dele e não da prefeitura. Outra insanidade.

Meu senhor! Como chefe do poder executivo, o senhor deveria dar um exemplo de retidão e cumprir o que a lei determinou, afinal lei é para ser cumprida e não discutida, ou, pior ainda, ser desacatada e desobedecida, doa a quer doer.

Devidamente acompanhado pelo coro de gritinhos histéricos e apitaços, antes de encerrar o seu discurso e no afã de chamar todas as atenções para si o ator, digo, prefeito, informa ao público, como se estivesse fazendo uma leitura melodramática de um texto shakespeariano, que está sendo vítima de perseguições (já assisti esse filme algumas vezes, com outros atores), que os seus adversários estão desejando a sua morte, até por atropelamento, nesse momento, além dos gritinhos e apitaços, ouve-se alguns pedidos aos santos e deuses para que evitem essa “tragédia grega”. Foi patético.


CONVENÇÕES DO PT do B E PARTIDOS COLIGADOS: (5 de agosto)
No caso da convenção do pré candidato João Bispo Serejo, que contou com a presença do deputado federal Aluísio Mendes, a bem da verdade não podemos afirmar que foi realmente uma convenção. Mas sim um ensaio, um preparatório para provavelmente acontecer em 2020. Portanto nada mais a acrescentar.
Diante desses fatos apresentados me atrevo a dizer que nesse período em Cajapió, houveram convenções partidárias, feira livre na hora da xepa e esboço de convenção.
J.Garcez
(Jornalista e Produtor cultural)

Obs: Texto enviado pelo jornalista J.Garcez

quinta-feira, 14 de julho de 2016

REUNIÃO COM AS COMUNIDADES


Dia 10 de julho houve uma reunião na pedreira do pre- candidato a prefeito de Cajapio Dr.Marcone e seus pre- candidatos a vereadores, na reunião o pré- candidato esta apresentando o seu plano de governo e também esta pedindo a opinião das comunidades para elaborar o plano de governo, ouvindo as opiniões de todos.

O pré- candidato Dr. Marcone esta fazendo um trabalho diferenciado dos outros, fazendo uma politica com participação das comunidades.
Com apoio do chefe da Casa Civil Marcelo Tavares. 

   

Júnior Verde entre os participantes da reunião
O deputado estadual Júnior Verde (PRB) destacou a importância do  programa ‘Diques da Produção’, uma iniciativa do Governo do Estado que vai incentivar o desenvolvimento econômico de 35 municípios da Baixada Maranhense. O parlamentar, que é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da  Baixada Maranhense, representou o presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT), no lançamento do programa.
O Diques da Produção tem como objetivo evitar a salinização dos campos da Baixada Maranhense, retendo a água doce por mais tempo, o que permitirá o crescimento da atividade agropecuária, garantindo a movimentação econômica da região. Os diques armazenarão a água da chuva, que provém de uma precipitação média de 2 mil milímetros de janeiro a junho, e que no restante do ano é praticamente zero.
“A iniciativa só tem a somar com o projeto dos Diques da Baixada Maranhense, em tramitação no Legislativo, que prevê a construção de 71 quilômetros de diques de dois metros de altura cada um, abrangendo os municípios de Viana, Matinha, São João Batista, São Vicente Ferrer, Cajapió, São Bento e Bacurituba. Para a agricultura, a água é fundamental. Com sua contenção através de diques, vamos fazer com que o agricultor tenha água para irrigar sua produção, além de fomentar a própria aquicultura”, avaliou Júnior Verde.
O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, explicou que o aumento da oferta hídrica contribuirá para o incremento da economia local, gerando novas alternativas de trabalho e renda para a população. A expectativa é que o projeto comece a ser executado a partir de setembro deste ano.
“São várias frentes de trabalho, com algumas intenções, como a melhoria da segurança alimentar, da renda da comunidade e da qualidade de vida do povo da baixada”, garantiu.
Força tarefa
O programa será acompanhado diretamente pelo Comitê Diques da Produção, formado por representantes da Casa Civil, Secretarias de Estado da Agricultura Familiar (SAF); Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima); Desenvolvimento Social (Sedes); e Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), todas trabalhando de forma conjunta para a plena preservação e desenvolvimento das áreas.
Os municípios beneficiados serão Alcântara; Anajatuba; Apicum-Açu; Arari; Bacuri; Bacurituba; Bela Vista do Maranhão; Bequimão; Cajari; Cajapió; Cedral; Central do Maranhão; Conceição do Lago-Açu; Cururupu; Guimarães; Igarapé do Meio; Matinha; Mirinzal; Monção; Olinda Nova do Maranhão; Palmeirândia; Pedro do Rosário; Penalva; Peri Mirim; Pinheiro; Porto Rico do Maranhão; Presidente Sarney; Santa Helena; Santa Rita; São Bento; São João Batista; São Vicente Ferrer; Serrano do Maranhão; Viana; e Vitória do Mearim.
“Esse projeto vem se somar ao desejo que nós temos de aumentar a produção através da contenção de água, pois nós temos vários locais que só precisam de pequenos diques para que possamos permanentemente utilizar essa água para irrigação”, concluiu Júnior Verde.

domingo, 10 de julho de 2016

Prefeito Nonato Silva e Bispo Serejo se unem em Cajapió

Na  tarde deste sábado, 09 de julho, estiveram reunidos na capital os presidentes dos sete partidos da base aliada ao prefeito de Cajapió, Nonato Silva, acompanhados de vereadores e lideranças e de seus pré-candidatos a vereador, para dá andamento as tratativas que tornaram possível a formação de uma aliança, para as eleições do dia 2 de outubro de 2016 naquela cidade.
Reunião realizada em São Luis, com a presença do prefeito Nonato, Bispo Serejo, dep Aluisio Mendes e vereadores
Segundos os idealizadores da união, o objetivo é oferecer à população uma nova opção nas eleições de 2016, PC do B, PR, PT PMDB PTC PSB PRP, que já compõe a base aliada, do prefeito Nonato Silva, que ganhou nessa tarde o importante reforço dos partidos, PT do B  PSDC  PTN, que tem como líder o já ex pré-candidato a prefeito João Bispo Serejo. O grupo acredita que pelo menos mais três legendas façam parte do projeto, que poderá concorrer às 11 cadeiras da Câmara Municipal com aproximadamente 50 candidatos.
A intenção é eleger, pelo menos, nove vereadores e a reunião desse sábado teve uma como mediador um importante líder na política do estado do Maranhão que foi o deputado federal Aluísio Mendes, ex-secretário de segurança pública do Maranhão, sobretudo, na majoritária. Além disso, um prefeito da região aliado a Serejo também foi crucial para a união dele com o prefeito, que inclusive já declarou apoio ao deputado Raimundo Cutrim.  Já com status de primeira via no cenário político da cidade, a nova aliança já definiu os nomes que vão disputar os cargos de prefeito e de vice-prefeito, que serão homologados na convenção, nos próximos dias.
Representado pelos presidentes de partido Raimundo Nonato Silva, o Nonato Silva (PC do B), Mauricio Sampaio o Cadil (PT), Raimundo Frois Dinis, Diniz (PSB), Marlon Souza (PTC), Raimundo Nonato Santos Abreu, o Raposão (PMDB) e João Bispo Serejo, (PT do B). O grupo discutiu as tratativas que serão tomadas a partir de então e oficializar o apoio de deputados estaduais que queira vim para ajudar o município no seu desenvolvimento. A nova aliança foram todos enfáticos no que reside apresentar à população de Cajapió um novo jeito de se fazer política, que não tenha ligação com velhos mandatários.
O deputado Aluísio Mendes ainda enfatizou a necessidade de o município eleger gestores que tenham capacidade de oferecer melhor qualidade de vida às pessoas e de tornar os serviços públicos eficazes, já o prefeito Nonato Silva enfatiza a necessidade de dar continuidade as mudança que já foram promovida no seu governo e diz que com o reforço do grupo político de João Bispo, ele não tem dúvida que juntos irão promover qualidade de vida melhor ao seus munícipes. Com informações do Blog Amigos de Cajapió.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Câmara aprova Plano de Cargos e Carreiras para servidores da cidade de Cajapió

Os profissionais da secretaria de Educação de Cajapió têm um motivo a mais para comemorar este mês, é que a Câmara Municipal de Vereadores desta cidade aprovou o Plano de Cargos e Carreiras e Remuneração (PCCR). O novo piso entra em vigor a partir de primeiro de julho. Por unanimidade a Câmara Municipal do município aprovou nesta terça-feira (28), no plenário do poder legislativo o projeto Lei. Com a matéria sancionada o funcionalismo público da educação recebe concessão de benefícios.
Prefeito Nonato Silva
A Secretaria Municipal de Educação havia montado uma comissão composta por representantes de vários segmentos responsáveis pela análise, avaliação e reestruturação do PCCR dos profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino. A comissão discutiu e reestruturou o PCCR no prazo de 30 dias, e encaminhou para aprovação junto a Casa de Leis. O novo PCCR cria mecanismos mais efetivos para o crescimento na carreira. Com o passar dos anos, tem a possibilidade se elevar profissionalmente e, consequentemente, elevação de salários.
“Com a força dos dois poderes executivo e legislativo, foi atendido esta antiga reivindicação da categoria, uma luta que teve o fim, com a vitória. A administração aceitou a legalidade dos pedidos que foram apresentados e o prefeito pediu urgência no fechamento do plano para ser encaminhado a aprovação”, salienta a secretária de Educação, Rosângela Sá. Conforme Rosângela Sá o PCCR traz segurança no exercício da função, os pontos arcaicos e obscuros do plano foram corrigidos, se tornando inovador e avançado, atendendo as reivindicações atuais dos profissionais, com o plano servidores efetivos da educação vão ser beneficiados com a valorização profissional.
“É um marco, uma conquista, apontei ao prefeito as necessidades da classe, pedi empenho, até porque sou professora também, e não era justo estar à frente da pasta e não batalhar por esta peleja ancestral, inerente à categoria. Juntamente com sindicato e professores abracei a causa e fiz acontecer, e a discussão entre a categoria elencadas serão todas atendidas. Os profissionais entram numa fase em que segurança e clareza dos direitos e deveres estarão na vida funcional do servidor no processo público”, destaca Rosângela Sá. A votação da matéria foi marcada por elogios favoráveis sinalizando valorização profissional da classe.
“O projeto foi encaminhado à Câmara, para posterior aprovação, acredito que os profissionais discutiram e elaboraram conforme reivindicação da classe, então, estamos respeitando e valorizando os profissionais”, assinala vereadora, Patricia. O vereador Mauricio Sampaio acrescenta que, a valorização profissional chega a Cajapió a fim de priorizar o reconhecimento aos gestores.  Já o vereador e Ex Secretário de Educação Marlon Souza, destaca que há 20 anos está à frente na Casa de Leis, e não tinha presenciado reconhecimento nesta envergadura para os servidores da pasta. Com informações do Blog do Biné.